terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Mude

Foto por Gilad

O ano está acabando - de novo - e isso me lembra das minhas resoluções. Todo fim de ano eu fico aqui repassando o meu passado, reescrevendo o que há de vir e no ano seguinte não foi nada daquilo. Mas e com quem não é assim?

Não que eu não seja dona do meu próprio destino, mas eu sou meio inconstante. Hoje eu queria ter o mundo todo. Amanhã só uma ilha.

Esse ano eu imaginei um monte de coisas pra mim. Modifiquei outras também. E cá estou eu, de certo modo intacta. Os sonhos mudaram, as metas cresceram, o cabelo clareou, os olhos vêem do ângulo contrário, mas a casa ainda é a mesma. A cidade e amigos, esses que recriei, ainda são mais do mesmo. Perdi uns, deixei outros, ganhei o restante. Mas me diga: eles são algo do que idealizei com precisão?
Não são. Nunca são.

No fim é coisa do destino mesmo.
A gente muda o nosso próprio mundo, mas o destino nos dá o dia-a-dia imprevísível. A gente escolhe o caminho, mas o destino nos dá as opções.
Os sonhos mudam e quando olhamos pra dentro descobrimos que somos devotos daquilo que um dia ousamos desacreditar.

9 comentários:

Gabriele Fidalgo disse...

'Mudamos o nosso próprio mundo.' Sem dúvida!

Na verdade eu gosto bastante do fim do ano. Gosto da sensação de renovação. :)

Arlequim disse...

Esse "não saber do amanhã" me motiva às vezes, mas em outras tantas, me destrói. ><'
Beijão, queridona.

Gaby Soncini disse...

Esse ano não foi nada do que eu pretendi para mim,e no entanto me trouxe coisas que eu nem imaginava que iria conhecer,o que mais crer que as vezes a surpresa é melhor do que qualquer plano.

Apesar de abalada pelas coisas que tanto queria não derem dado certo sinto sempre uma sensação legal ao final do ano,apesar de sempre achar que nada diretamente muda,pelo menos a sensação de mudança me deixa feliz.

Gostei muito do post.

Grande Beijo.

Neo disse...

Interessante vc falar de inconstância..
To começando a achar que isso é uma praga moderna...
Será que não tem jeito da gente ficar sem tanta variação?
E será que tem jeito da gente fazer diferente no próximo ano, só pra variar um pouco?
Será?

Beijão

Neo

B. disse...

É verdade,eu também sempre coloquei objetivos,e o destino sempre me deu opcoes diferentes a seguir.
Mas essa ano o meu unico plano é não planejar,apenas viver.
Acho que de tanto eu planejar,questionar,esqueci um pouco de viver.

Monday disse...

eu gosto de deixar rolar ... só não solto totalmente o leme pra não encalhar o barco em lugares indesejados ... programações, só a médio e longo prazo ... o resto, a correnteza leva ...

Císa disse...

Nossa,Jéssica!Concordo plenamente com vc!

Mas quem,qual, o que será esse tal de "DESTINO"???

Quem decide esse tal de "DESTINO"???

O que eu preciso fazer para tambem ser merecedora do mesmo "DESTINO" das pessoas sortudas e felizes que não precisam se esforçar para ter milagres em suas vidas, as coisas simplesmente a-con-te-cem...

Tambem quero esse destino para mim!!!!!

Vc tem a receita?

;)
Beijinhos
;)

Have a nice day!

*** Císa ***

fashion jewelry disse...

can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

jacker disse...

Good Blog, I think I want to find me, I will tell my other friends, on all!
aoc power leveling