segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

olhares.com


Eu nunca tive medo do amor, nem de que alguém viesse a me amar. Tinha, porém, medo de nunca corresponder. Mesmo assim - inconsequente - me atirava. Foi o que fiz para perder todos os meus amores.
Uns perdi para a vida, outros para as minhas verdades sujas. Não há amor aqui.

(Não me levem tão a sério assim)

8 comentários:

Monday disse...

ah, menina, nunca analise amores por uma única ótica ... por mais que se sinta em falta, sempre pode ter faltado do lado de lá também, ainda que nunca se tenha sabido disso...

além do que, salvo engano, não há provas que amores são eternos ... por isso mesmo que a gente curte enquanto duram ...

gui makoto disse...

não sei se sou eu, mas acabei achando engraçado..

"não há amor aqui"
-não me levem tão a sério assim-


beijo

Gaby Soncini disse...

Concordo com o Gui,tu coloca uma frase e contradiz ela na próxima,ficou bem legal a idéia e a dúvida se realmente há amor ou não.

Gostei ^^

Gande Beijo.

O Profeta disse...

Este Mar que beija a Ilha
Traz de longe sonhos perdidos
Adormece na areia e deixa
Na espuma mil e um segredos

Meus sonhos são estrelas que semeio no espaço
São corpo nu que vagueia pela saudade
Brotam e correm para o Mar
Enfrentam a dor a tempestade



Uma luminosa semana


Mágico beijo

Camila .:εïз disse...

Sempre tive medo de amar e sempre quis ser amada.
=D
Beijo

Cássia Barbosa disse...

Obrigada pela visita ao meu blog... Ah tbm gosto do Vinny.

Sobre o amor... Tenho medo dele e muito. Digo que meu primeiro amor me levou uma vida, mas ainda tenho 6.

Arlequim disse...

Somos duas!
Não tenho medo do amor, nem de que alguém me ame. O problema é que eu sei que não tenho muito pra dar, e dar pouco a alguém que espera muito é desleal e machuca. Acho que tenho medo da dor, da dor dos outros, sabe? Quando a dor é em mim eu dou um jeito, me viro, sempre me virei. Mas quando é no outro eu não posso fazer nada. E essa sensação de impotencia sempre acaba comigo.

D.Ramírez disse...

Só temo pelo amor doentiu, aquele q sufoca, enciumesse e dói. Esses não tenho, mas temo alguém amar assim...
De resto, ter medo do amor é como temer a vida, já que essa é repleta de amor..
Amor é amar e ponto..
Besos